Brasil atinge a marca de 5 bilhões de Notas Fiscais Eletrônicas emitidas

Mais um marco histórico no combate à sonegação fiscal foi alcançado em agosto. O Encontro Nacional dos Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (ENCAT) comemorou, em São Luís, MA, a emissão de 5 bilhões de Notas Fiscais eletrônicas (NF-e).

Para Eudaldo Almeida, coordenador-geral do ENCAT, “a Nota Fiscal eletrônica representa o que há de mais moderno e revolucionário na administração tributária do Brasil, com reflexo positivo nas atividades e gestão das empresas”.

A Nota Fiscal eletrônica (NF-e) alcançou em 2011 a marca de 1,9 bilhão de emissões e, no acumulado, chegou a 5,167 bilhões, com mais de 800 mil empresas emissoras, segundo dados da Receita Federal.

“Temos dois momentos na administração tributária dos Estados brasileiros: antes e depois da Nota Fiscal eletrônica. Ela é, sem dúvida, um marco na implementação de mudanças positivas, contribuindo para a melhoria nos controles do Fisco e para a redução do custo Brasil”, conclui Almeida.

No último dia 9, durante o III Seminário Internacional de Administração Tributária dos Estados Brasileiros (Siate), em Mato Grosso, foi realizado ato em comemoração à marca atingida, com a entrega simbólica de um troféu por Eudaldo Almeida ao secretário-executivo do Centro Interamericano de Administrações Tributárias (CIAT), Márcio Verdi.

O Projeto da NF-e é uma iniciativa da Receita Federal em parceria com as Secretarias de Fazenda dos Estados, organizadas no ENCAT, empresas e entidades voluntárias. Integra o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), projeto com investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC 2007-2010).

 

Compartilhe