CPI da Loterj e máfia dos combustíveis

Por ETCO
13/12/2004


O Globo, 12/12/2004


Três políticos citados na série de reportagens ?Bastidores do poder?, também se envolveram recentemente em dois escândalos: a CPI da Loterj e a Máfia dos Combustíveis: Alexandre Calazans (sem partido), Domingos Brazão (PMDB) e André Luiz (PMDB). Calazans, que foi presidente da CPI da Loterj, está sendo alvo de um processo por quebra de decoro parlamentar, que poderá resultar na cassação de seu mandado por causa de um diálogo gravado entre o parlamentar e um assessor do empresário de jogos Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, investigado pela CPI. Calazans também é acusado por integrante da máfia dos combustíveis de tentativa de extorsão.


Uma comissão da Alerj também analisa uma suposta ligação de Brazão com integrantes da máfia do combustível. Brazão nomeou, em julho, para o seu gabinete o empresário Renan de Macedo Leite, preso pela Polícia Federal durante a operação Poeira no Asfalto e apontado como um dos chefes do esquema.


——————————————————————–


Em Brasília, André Luiz é alvo de um processo no Conselho de Ética. Ele é acusado de tentar extorquir Carlinhos Cachoeira para retirar o nome do empresário do relatório final da CPI da Loterj.