Cultura das transgressões

Por ETCO
27/02/2008

Autor: André Franco Montoro Filho*

Fonte: Amanhã, 27/02/2008

Andre Franco Montoro FilhoO sucesso das atividades produtivas e o crescimento
econômico do País dependem de instituições, normas, usos e costumes que forneçam
estímulos adequados para a produção de bens e serviços, ou seja, que exista um
bom ambiente de negócios. Componente essencial deste bom ambiente é o respeito à
legislação. O que infelizmente temos visto é o contrário: o Brasil possui um
histórico de séculos de uma generalizada cultura de transgressões.


Com a redemocratização conquistada nos anos 80, como natural, acompanhada do
pleno exercício da liberdade, a opinião pública passa a perceber de uma forma
clara e condenar comportamentos transgressores, especialmente de autoridades
públicas. Esta constatada falta de ética que deriva da cultura das transgressões
ameaça a democracia brasileira e prejudica nosso desenvolvimento social e
econômico. É indispensável encontrar caminhos para superar essa cultura.


Em agosto de 2007, nós do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial, em
parceria com o Instituto Fernando Henrique Cardoso, promovemos o seminário
Cultura das Transgressões – Lições da História. O objetivo do encontro era
responder se superar essa cultura é condição para o desenvolvimento. Bolívar
Lamounier, Joaquim Falcão, José Murilo de Carvalho e Roberto DaMatta, quatro
brilhantes pensadores de nosso tempo, refletiram sobre o assunto e disseram que
embora os desvios de conduta tenham atravessado séculos é possível virar esse
jogo, sim. Devemos todos lutar contra estes males.


Convido você, leitor, a refletir conosco sobre o assunto. O livro “Cultura
das Transgressões – Lições da História”, fruto deste encontro de debates, estará
disponível para download gratuito no site do ETCO a partir de 1º de março (www.etco.org.br). Boa leitura!


* André Franco Montoro Filho é presidente executivo do ETCO – Instituto
Brasileiro de Ética Concorrencial desde janeiro de 2007. Montoro Filho também
foi presidente do BNDES.