Dez pessoas são presas por contrabando e venda ilegal de remédios

Por ETCO
27/11/2009

Fonte: O Liberal – PA – Belém/PA – 27/11/2009

A Polícia Federal de Redenção, Pará, deflagrou nos dias 24 e 25 deste mês a Operação Efeito Colateral, que contou com a participação integrada da Polícia Federal com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Conselho Regional de Farmácia do Estado do Pará e a Vigilância Sanitária Estadual e Municipal. O objetivo foi combater o contrabando, comércio e fabricação irregular e ilegal de medicamentos, entre outras irregularidades nos estabelecimentos da cidade.

Até agora, dez pessoas foram presas em flagrante delito, sendo conduzidas à Delegacia de Polícia Federal em Redenção, onde foram autuadas por diversos crimes, como contrabando, por venda e fabricação de medicamentos falsos e sem registro na Anvisa e de procedência ignorada.

Cerca de 40 estabelecimentos foram fiscalizados, tendo sido apreendida quase uma tonelada de medicamentos por falta de registro na Anvisa e também falsificados e contrabandeados. Também há a irregularidade de medicamentos controlados, cuja venda não observava as disposições legais e regulamentares.


Vinte estabelecimentos foram interditados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e Vigilância Sanitária Estadual e Municipal, em decorrência dos ilícitos e das irregularidades encontradas. Além dos inquéritos instaurados mediante prisão em flagrante delito, outros inquéritos serão instaurados em decorrência da apreensão de centenas de medicamentos em situação irregular e ilegal.


Uma fábrica clandestina de produção de medicamentos foi fechada e um caminhão foi apreendido.

TAUÁ


A Polícia recapturou um fugitivo acusado de estupro em Santo Antônio do Tauá, próximo à Castanhal. João dos Santos Monteiro, 34 anos, escapou da delegacia há mais de um ano, durante uma revolta popular que depredou as celas do prédio policial para linchar um preso, suspeito de violentar e matar duas crianças.