Megaoperação contra contrabando de cigarros prende 38 no Sul do país

Fonte: O Globo Online, 07/06/2011

SÃO PAULO – A Polícia Federal realiza nesta terça-feira uma megaoperação para combater o contrabando na região Sul do país. São quarenta mandados de prisão que vão ser cumpridos ainda pela manhã em todos os estados da região. Trinta e oito pessoas já foram presas. Entre os suspeitos, estão sete policiais militares. Eles fariam parte de um esquema que movimenta, por mês, cerca de R$ 10 milhões.

Segundo a polícia, a quadrilha atuava nos três estados do Sul, Paraguai e Uruguai. Além dos policiais militares, fazem parte do esquema dois servidores públicos municipais e um fiscal sanitário de Santa Catarina,

Os policiais recebiam propina para facilitar a passagem do contrabando no Sudoeste do Paraná e Oeste de Santa Catarina. Eles também avisavam aos contrabandistas da presença da Polícia Federal e da Força Nacional em operações nas rodovias da região.

A ação abrangia as cidades de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha do Itaiup, Céu Azul e Cascavel, no Paraná; Campo Erê, Saltinho e São Miguel do Oeste em Santa Catarina. No Rio Grande do Sul, a quadrilha tinha tentáculos em Frederico Westphalen, Palmeira das Missões, Cruz Alta, Santa Maria, Rosário do Sul, Bagé, Santana do Livramento, Rio Grande, Cachoeirinha, Canoas e Porto Alegre. Os cigarros contrabandeados do Paraguai eram levados também para o Uruguai.

Segundo a PF, já foram apreendidos 36.500 pacores de cigarros, 1.025.600 mídias virgens (CDs e DVDs virgens utilizados para pirataria), 1.240 garrafas de bebidas alcoólicas, cinco caminhões e 20 carros. Mercadorias e bens são avaliados em R$ 2,3 milhões.

Esta é a segunda etapa de duas operações anteriores da PF, batizadas de Comodoro e Loki, quando foram cumpridos 41 mandados de prisão e 52 mandados de busca.

Durante o cumprimento dos mandados judiciais nesta terça-feira participaram 224 policiais federais e 36 policiais da Força Nacional de Segurança Pública que se utilizaram de 66 viaturas.

 

Compartilhe