Produtos piratas podem cegar ou até levar à morte

Por ETCO
16/12/2004

Fonte: Diário de São Paulo, 16/12/2004

Por Flávia Mangini


Para não comprar uma mercadoria falsificada por engano, especialistas aconselham consumidor a pedir nota fiscal e observar a qualidade do produto.


Comprar um produto falsificado nem sempre é opção do consumidor. Os avanços das técnicas usadas para piratear certas mercadorias já confundem até mesmo especialistas na arte de diferenciar um objeto falso de um original.


No entanto, algumas dicas podem ajudar um leigo a não comprar gato por lebre. De acordo com o presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (Etco), Emerson Kapaz, a observação de alguns pontos garantem sucesso na hora da compra.

RELACIONADAS