Sistema de rastreamento de remédios não provocará aumento nos preços

Por ETCO
07/05/2008

Fonte: UOL Economia, 07/05/2008

SÃO PAULO – Segundo cálculos da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o sistema de rastreamento de remédios deve acarretar acréscimo de apenas cinco centavos no preço dos medicamentos para o consumidor final, informa a assessoria de imprensa da entidade.

O sistema, que deve estar ativo no próximo ano, garantirá a rastreabilidade do produto desde sua fabricação até a comercialização, e visa tornar efetivo o recolhimento, em caso de desvio de qualidade, e o combate à falsificação e ao roubo de carga.

“Se uma caixinha de medicamento aparece em um local em que ela não deveria estar, possivelmente é um roubo de carga. Nós acreditamos que essa medida possa coibir isso”, declarou à Agência Brasil, Fernanda Coura, especialista em Vigilância Sanitária da Anvisa.

Entidades concordam com o governo


Segundo o assessor econômico da ABC Farma (Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico), Geraldo Monteiro, a rastreabilidade não deve encarecer os medicamentos, uma vez que estes são reajustados anualmente. Ele disse ainda que a rastreabilidade assegurará ao consumidor a qualidade do produto.

“O consumidor terá segurança no que está comprando, pois saberá a procedência e correrá muito menos risco de comprar produtos falsificados”, diz.