Ação no Brasil destrói mais de 2 milhões de mídias piratas

Embora estejamos na era da cloud computing, Software as a Service (SaaS) e apps móveis, o mercado de software ainda convive com a pirataria de programas de computador usando como meio de distribuição CDs e DVDs. Nesta quarta-feira (3/12) a ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software), vai destruir 2,1 milhões de mídias com software ilegal para marcar o Dia Nacional de Combate à Pirataria.

O material é resultado das operações de busca e apreensão realizadas pelas autoridades nos últimos anos e estava armazenado sob responsabilidade da entidade até receber autorização judicial para ser destruído. A destruição será realizada pela empresa Plasnoi Comércio de Plásticos, por meio de um moinho triturador que fragmenta o material para reciclagem.

Fonte: IDGNow!

Leia matéria completa

Compartilhe