Gestores e funcionários de empresa de bebidas presos em Joinville são soltos pelo Tribunal de Justiça de SC

As 12 pessoas ligadas à empresa 101 do Brasil Industrial, presas há duas semanas na operação Arion 2, em Joinville, tiveram a liberdade concedida pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Gestores e funcionários da fabricante do energético Red Horse haviam sido presos preventivamente em uma mega operação organizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Ministério Público, Receita Federal, Secretaria da Fazenda e polícias.

A empresa, conhecida como Caninha 101,  é suspeita de sonegar mais de R$ 50 milhões e está sendo investigada pelos crimes de organização criminosa, sonegação fiscal, falsidade ideológica e lavagem de capitais.

O TJSC entendeu que não há necessidade de manter a prisão, pois as medidas de busca, apreensão e sequestro de bens foram suficientes para garantir a ordem pública. Além disso, o Tribunal acredita que não há mais risco de que os suspeitos interfiram na investigação.

Fonte: Diário Catarinense (07/05).

 

Para ler a matéria completa, clique aqui

Compartilhe