Venda de Produtos piratas não pode ser tolerada pelo judiciário

Por Luiz Antônio Guimarães Marrey

O avanço tecnológico da comunicação, a existência de rede mundial de internet, a diminuição de preço e a disponibilidade de aparelhos de gravação, os arquivos digitais disseminados, acarretaram uma nova realidade de violação do direito autoral. Milhares de cópias baratas de discos em todos os formatos possíveis ou de arquivos digitais são disponibilizados por um exército de vendedores, gerando a violação em massa do direito autoral.

(Consultor Jurídico |13/11)

Para ler a matéria completa, clique aqui

Compartilhe