Planalto admite rever MP que acelera leniências

Objetivo é evitar atritos com Tribunal de Contas da União, que pede explicação sobre alterações na Lei Anticorrupção.

Fonte: O Estado de São Paulo (12/01/16).

Para ler a matéria completa, clique aqui

 

Compartilhe