Política de combate ao contrabando deve ser de governo e não de ministérios, diz Serra

FOTO: ESTADAO

Ministro das Relações Exteriores José Serra (Foto Estadão)

O ministro das Relações Exteriores (MRE), José Serra, disse nesta sexta-feira (01/07), que a política de combate ao contrabando e
de fronteira deve ser de governo e não de ministérios específicos. “O custo de aumentar a presença do Estado nessas ações é mínimo em face dos benefícios que serão gerados em termos de arrecadação e diminuição da criminalidade. Qualquer medida de redução de gastos no combate aos ilícitos fronteiriços é absolutamente antieconômica”, ressaltou.

A autoridade participou do “Fóruns Estadão – Combate ao Contrabando”, evento organizado pelo grupo Estado, em parceria com o Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) e Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP).

Fonte: Estadão.com (01/07)

Leia mais

 

Compartilhe