“Um míssil no coração da cidadania”

Foto: Letícia Moreira

Da esquerda para a direita: Roberto Teixeira, Evandro Guimarães, Ives Gandra Martins (Foto: Letícia Moreira)

A Folha de S.Paulo promoveu nos dias 18 e 19 de março o seminário “Fórum o Contrabando no País”. O evento reuniu especialistas de diferentes setores, traçando um panorama sobre o impacto do contrabando para a economia brasileira.

O Presidente Executivo do ETCO, Evandro Guimarães, participou de um dos painéis de discussão, ao lado do jurista Ives Gandra Martins e do ex-presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) Roberto Teixeira da Costa. Para o Presidente do Instituto, é preciso passar do discurso à ação. “O ETCO está incomodado com essa paralisia e com os mecanismos que internalizam produtos sem que sejam percorridos os devidos caminhos regulatórios. O contrabando desvia recursos que poderiam ser usados em saúde e educação e desestimula o empreendedorismo. É um míssil no coração da cidadania”, afirma Guimarães.

A opinião foi reforçada por Martins, que estabeleceu uma ligação entre a prática ilegal e a alta carga tributária do País. “Quanto maiores são os impostos, mais se incentiva o contrabando e o descaminho.” Para ele, a solução passa pela fiscalização nos pontos de venda. “A extensão de nossas fronteiras inviabiliza um controle mais rigoroso. O mais viável é controlar a ponta do consumo.”

O ex-presidente da CVM destacou que o brasileiro, por questões culturais, é leniente com o comércio ilegal, e que é preciso investir também em campanhas educacionais. “Precisamos mostrar de uma forma clara quais são os prejuízos causados pelo contrabando”, finalizou.

Para o presidente-executivo do Fórum Nacional de Combate à Pirataria, Edson Vismona, o mercado legal brasileiro precisa ser defendido. Ele é favorável a uma política mais rígida de fiscalização de modo a inibir a comercialização de produtos falsificados e contrabandeados.

O seminário também contou com a participação de representantes dos poderes Executivo e Legislativo, como o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, o senador José Serra e o deputado federal Efraim de Araújo Morais Filho.

A Folha de S.Paulo publicou caderno especial sobre o tema no dia 12 de março (http://arte.folha.uol.com.br/mercado/2015/03/12/crime-sem-castigo/) e  outro sobre o seminário, publicado em 23/03.

Compartilhe