CGU lança guia de integridade para auxiliar empresas no combate à corrupção

Objetivo é ajudar iniciativa privada a construir e aperfeiçoar políticas de prevenção e detecção de atos lesivos à Administração Pública, com base na Lei Anticorrupção A Controladoria-Geral da União (CGU) lança, nesta terça-feira (22), o guia “Programa de Integridade: diretrizes para empresas privadas”, com o objetivo de auxiliar a iniciativa privada no combate à corrupção.  A publicação explica o Programa …

Compartilhe

Compliance: o combate à corrupção e o compromisso social da iniciativa pública e privada

por Valdir Simão e Patrícia Audi Não há como combatermos efetivamente à corrupção se não pensarmos em uma construção nacional, em um compromisso coletivo de vencer este fenômeno complexo, que considera não apenas aspectos sociais e culturais, mas também, a forma com que Estados, empresas e indivíduos enfrentam a questão. Seus efeitos nefastos impactam diretamente na vida de todos aqueles …

Compartilhe

Combate à corrupção é tema de agenda entre governo federal e terceiro setor

Estratégias para o fortalecimento da política de prevenção e de enfrentamento da corrupção foi o tema da reunião entre o ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Valdir Simão, o Secretário nacional de Justiça do Ministério da Justiça, Beto Vasconcelos, e representantes do terceiro setor, que aconteceu na tarde de hoje (30), no auditório do edifício sede da CGU, em Brasília. …

Compartilhe

Submissão de acordos de leniência ao TCU necessita de esclarecimentos

No último dia 11 de fevereiro, o Tribunal de Contas da União expediu instrução normativa (IN 74/2015) tornando obrigatória a submissão prévia, ao próprio TCU, dos acordos de leniência celebrados no âmbito da Administração Pública Federal pela Controladoria Geral da União, nos termos da Lei 12.846/2013, a já conhecida lei anticorrupção. Considerando que o TCU, com limitados recursos humanos e tecnológicos, …

Compartilhe

Ministro Jorge Hage abre Conferência Lei da Empresa Limpa, em São Paulo

  O ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU), Jorge Hage, destacou na manhã desta terça-feira (18) que o aspecto mais importante da Lei da Empresa Limpa (Lei 12.846/2013) é o lado preventivo; o efeito dissuasório da corrupção, que a norma tem promovido no ambiente empresarial. “A Lei trouxe um impacto inibidor da corrupção, uma vez que agora é possível  …

Compartilhe