Brasil perde R$ 100 bi por ano com produtos contrabandeados e falsificados

Os cigarros lideram o ranking de produtos contrabandeados apreendidos pela Receita Federal (67%), seguidos por  eletrônicos, produtos de informática e até medicamentos. Além de causar prejuízos ao mercado, produtos contrabandeados também são nocivos à saúde dos compradores. De acordo com o presidente do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras, Luciano Barros, deve-se reavaliar a carga tributária dos itens …

Compartilhe