Pirataria e informalidade movimentam R$ 578 bi em 2009

Por ETCO
21/07/2010

Fonte: Primeira Edição – 21/07/2010

Terra

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (Etco) e o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) nesta quarta-feira, foram movimentados em 2009 R$ 578 bilhões por meios informais. O número compreende toda a produção de bens e serviços deliberadamente não reportada aos governos. O valor supera toda a economia da Argentina.

“A nova forma de mensuração é, na realidade, uma evolução natural e necessária do índice e o torna muito mais preciso, ainda que, por conta da própria característica da matéria estudada, seja obtido em forma de estimativa”, explica Fernando de Holanda Barbosa Filho pesquisador do Ibre/FGV.

O Etco espera que o estudo alerte a sociedade para a gravidade do tema e a mobilize para tomar providências a respeito. “Estamos falando de quase R$ 600 bilhões, que ficam à margem da economia formal brasileira”, disse.


Em 2003, o valor registrado foi de R$ 357 bilhões. Em relação ao PIB, contudo, o número mostrou um recuo, já que, na época, a cifra representava 21% do produto brasileiro.

RELACIONADAS

 
 

Pirataria e informalidade movimentam R$ 578 bi em 2009

Por ETCO
21/07/2010

Fonte: O Documento – Cuiabá/MT – 21/07/2010

Terra


Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (Etco) e o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) nesta quarta-feira, foram movimentados em 2009 R$ 578 bilhões por meios informais. O número compreende toda a produção de bens e serviços deliberadamente não reportada aos governos. O valor supera toda a economia da Argentina.

“A nova forma de mensuração é, na realidade, uma evolução natural e necessária do índice e o torna muito mais preciso, ainda que, por conta da própria característica da matéria estudada, seja obtido em forma de estimativa”, explica Fernando de Holanda Barbosa Filho pesquisador do Ibre/FGV.

O Etco espera que o estudo alerte a sociedade para a gravidade do tema e a mobilize para tomar providências a respeito. “Estamos falando de quase R$ 600 bilhões, que ficam à margem da economia formal brasileira”, disse.


Em 2003, o valor registrado foi de R$ 357 bilhões. Em relação ao PIB, contudo, o número mostrou um recuo, já que, na época, a cifra representava 21% do produto brasileiro.

RELACIONADAS

 
 

Pirataria e informalidade movimentam R$ 578 bi em 2009

Por ETCO
21/07/2010

Fonte: Invertia – São Paulo/SP – ECONOMIA – 21/07/2010

Redação Terra

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (Etco) e o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) nesta quarta-feira, foram movimentados em 2009 R$ 578 bilhões por meios informais. O número compreende toda a produção de bens e serviços deliberadamente não reportada aos governos. O valor supera toda a economia da Argentina.

“A nova forma de mensuração é, na realidade, uma evolução natural e necessária do índice e o torna muito mais preciso, ainda que, por conta da própria característica da matéria estudada, seja obtido em forma de estimativa”, explica Fernando de Holanda Barbosa Filho pesquisador do Ibre/FGV.


O Etco espera que o estudo alerte a sociedade para a gravidade do tema e a mobilize para tomar providências a respeito. “Estamos falando de quase R$ 600 bilhões, que ficam à margem da economia formal brasileira”, disse.


Em 2003, o valor registrado foi de R$ 357 bilhões. Em relação ao PIB, contudo, o número mostrou um recuo, já que, na época, a cifra representava 21% do produto brasileiro.