Seminário debate emprego informal em SP

Por ETCO
30/07/2004

Fonte: Monitor Mercantil, 08/06/04

A economia informal atingiu no Brasil um nível alarmante de disseminação: quatro em cada seis empregos são informais. Ela criou “um nocivo ambiente de desobediência civil generalizada”, destacou Emerson Kapaz, presidente da ONG Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial – ETCO.
Um programa eficaz de incentivo ao emprego formal e de desestímulo à economia informal poderá gerar um crescimento extra do PIB de 1,5% ao ano e do PIB per capita de até 7% anuais.


Essas foram algumas das informações apresentadas ontem em São Paulo durante o seminário Brasil Paralelo x Crescimento Econômico. Promovido pela ETCO, o seminário teve como palestrantes o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Marcos Lisboa; o secretário de Direito Econômico, Daniel Goldberg, o governador de São Paulo, Geraldo Alkmin, e o empresário Abílio Diniz, do grupo Pão de Açúcar.


O professor Eduardo Giannetti da Fonseca, da Universidade de São Paulo, destacou a importância do combate à economia informal pelo que ela representa em exclusão social e danos econômicos.