Topázio já apreendeu 10 toneladas de remédios irregulares

Por ETCO
23/09/2010

Fonte: Portal ORM – Belém/PA – CAPA – 23/09/2010

A operação Topázio já apreendeu pelo menos 10 toneladas de medicamentos irregulares em mais de 20 municípios paraenses. As irregularidades vão desde a falsificação dos produtos, passando pelo contrabando e até venda de remédios sem nenhum registro da Anvisa. A operação foi iniciada em agosto e já está na sétima edição.



Só na última ação, ocorrida na segunda-feira (20), em Irituia, nordeste paraense, foram apreendidas quase duas toneladas de medicamentos irregulares. No município predomina a venda de medicamentos sem registro da Anvisa. São remédios fitoterápicos. Há medicamentos que prometem cura para tudo, ditos como milagrosos, informou o fiscal do Conselho Regional de Farmácia, Nelson Oliveira.



Oliveira, explica os riscos do consumo de medicamentos sem o registro da Agência. Todo produto no País tem que ter registro na Anvisa, porque é isso que oferece garantia de qualidade e eficiência do produto e esses que foram apreendidos são justamente o contrário, com altos índices de toxidade, que podem levar até à morte, alerta.



O farmacêutico conta que viu na prática o que o medicamento sem registro pode causar ao paciente. ‘Em Irituia encontramos pessoas que disseram ter consumido esses remédios e que, inclusive, ficaram em estado de debilidade muito grave, tendo até que se deslocar para um grande centro para recuperação’.



Ele ressalta ainda que esses produtos inadequados, ao invés de ajudar, podem acarretar conseqüências graves, como a paralisação de órgãos importantes. ‘ Pode paralisar o fígado e os rins, podendo levar à morte’, avalia.

A ação continua nesta quinta-feira (23), no município de Santarém, no oeste paraense.

Redação Portal ORM