Cruzada contra a sonegação nos Estados

A entrega dos códigos-fontes e da documentação técnica do Sistema BI NF-e – ou Sistema de Inteligência de Negócios com base em Notas Fiscais Eletrônicas – para 14 Secretarias de Fazenda foi apenas o início de um trabalho que tem como principal meta a efetiva implantação do sistema em todos os Estados do País. Desde o início de agosto, uma comitiva do ETCO tem visitado Secretarias Estaduais da Fazenda com o objetivo de estabelecer parcerias e mobilizar os Estados para a adoção não só do BI NF-e, mas também de outras ferramentas de controle como o Sicobe – dirigido à indústria de refrigerantes – e o Scorpios – destinado à indústria de cigarros.

No dia 11 de agosto, o secretário da Fazenda do Pará, José Tostes Neto; o secretário adjunto de Receitas, Nilo Rendeiro de Noronha e a coordenadora da Escola Fazendária, Maria de Nazaré Arruda receberam o presidente executivo do ETCO Roberto Abdenur e Everardo Maciel, membro do Conselho Consultivo. O encontro teve como pauta principal o desenvolvimento de ações voltadas ao combate dos ilícitos de natureza tributária e a oferta gratuita ao Estado do BI da NF-e.

Na ocasião, Tostes Neto afirmou: “identificamos um grande potencial de trabalho na ferramenta oferecida. O Governo do Estado e ETCO vão firmar um convênio de cooperação e o mais rápido possível o software deve ser agregado ao sistema de informática da secretaria”.

No dia 15, foi a vez do secretário da Fazenda de São Paulo, Andrea Calabi, receber a visita de Abdenur. O secretário disse que o Estado já possui ferramenta semelhante ao BI, mas mostrou-se interessado em compará-las.

Ainda em agosto, no dia 17, o presidente do ETCO e Everardo Maciel foram ao Paraná, acompanhados de Paulo Ayres e Antonio Totaro Neto, representando duas câmaras setoriais do Instituto. Os quatro foram recebidos pelo secretário da Fazenda Luiz Carlos Hauly, em reunião na qual foram discutidas possíveis parcerias no desenvolvimento de ações voltadas ao combate à sonegação fiscal no Estado, entre elas a implantação do BI NF-e, sistema de combate aplicado à Nota Fiscal Eletrônica, entregue gratuitamente pelo ETCO ao Estado, durante evento realizado em abril no Espírito Santo.

Na última visita, realizada no dia 6 de setembro, Roberto Abdenur foi a Belo Horizonte acompanhado de Cesar Guimarães e Amaury de Azevedo, representando duas câmaras setoriais do Instituto. Os três foram recebidos pelo Secretário da Fazenda Leonardo Colombini, pelo Subsecretário da Receita Estadual Gilberto Silva Ramos e assessores. Os representantes do ETCO puderam expor as alternativas e ferramentas que podem ser adotadas pelo Estado para conter a sonegação e ampliar o controle sobre a aplicação das leis tributárias.

Compartilhe