Em entrevista à Band News FM Curitiba, Presidente do ETCO fala sobre a principal porta de entrada do contrabando no País

Paraná é a principal porta de entrada do contrabando de cigarros no país

O Paraná é apontado como a principal porta de entrada de cigarros contrabandeados do Paraguai no país. De acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal, em 2016 foram apreendidos um milhão e 200 mil maços de cigarro no estado, contra 2 milhões no ano anterior. Somente em 2015, esse volume representou uma evasão fiscal de pelo menos R$ 220 milhões aos cofres públicos, dinheiro que poderia ter sido investido em áreas como saúde, segurança e moradia. As apreensões se dão, principalmente, em áreas de fronteira, nos municípios de Céu Azul, Cascavel, Alto Paraíso, Guaíra, Lindoeste e Foz do Iguaçu. Só no Paraná, a PRF precisa monitorar 220 quilômetros de fronteira do Brasil com o Paraguai na tentativa de evitar que produtos ilegais entrem no país. Para isso, o porta-voz da PRF, Maciel Junior, explica que as equipes têm feito um trabalho de mapeamento das principais rotas de contrabando no Estado.

Para ler e ouvir a íntegra da matéria, clique aqui

Fonte: Band News Curitiba (06/01/17)

Compartilhe